quinta-feira, 1 de outubro de 2015

"Pretendem dominar o mundo", diz jornalista sobre planos do Estado Islâmico

O jornalista alemão Jürgen Todenhöfer, que lançou recentemente o livro "Dentro do IS – Dez Dias no Estado Islâmico", contando sobre os dez dias que passou ao lado dos jihadistas, afirmou em entrevista ao The Express que a organização pretende "dominar o mundo através de uma faxina religiosa".

Jornalista diz que EI pretende matar mais de 500 milhões de pessoas para dominar o mundo

Segundo o Daily Mail, o repórter, que só conseguiu adentrar aos bastidores da organização por conta de suas críticas direcionadas aos Estados Unidos, ressaltou que o Estado Islâmico pretende lançar um "holocausto nuclear contra qualquer pessoa que se oponha aos planos do Califado Islâmico". 

"Centenas de milhões de pessoas serão eliminadas no decorrer desta faxina religiosa. Esta com certeza é a maior já planejada na história da humanidade. Eles pretendem dominar o mundo", comentou o jornalista, que passou vários meses negociando a estadia com os rebeldes via Skype. 

Todenhöfer ainda manifestou seu pessimismo em relação à possibilidade de deter os objetivos do EI. "Eu não vejo qualquer um que tenha chances reais de detê-los. É uma organização terrorista muito mais perigosa do que as pessoas do Ocidente podem achar. Eles são extremamente brutais, e não falo apenas sobre cortar a cabeça das pessoas. Falo sobre a filosofia oficial da organização, que planeja matar mais de 500 milhões de pessoas. Eles estão certos de que vão vencer esta guerra", concluiu.

via Portal Imprensa

Nenhum comentário: