domingo, 23 de novembro de 2014

Edmund Burke nas bancas


Burke era também um cristão conservador e é por isso que ele projeta suas crenças também na política. Suas obras são, antes de tudo, a reação de um cristão conservador à política revolucionária que se espalhava pelo mundo. Ele acreditava que a monarquia deveria existir (e que de fato existia) devido também ao poder divino. Para ele, a religião pode ser considerada a base da sociedade civil e a fonte de todo bem e de toda felicidade os homens (Burke 1982a, p. 111-113)

Trecho da Revista Conhecimento Prático Filosofia

Edição Número 51. Edmund Burke: a vida e a obra de um dos filósofos essenciais para compreender os fundamentos do pensamento conservador.

Nenhum comentário: