quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Do Brasil para o mundo: como conceitos clássicos weberianos podem nos ajudar a entender o sucesso transnacional da Igreja Mundial do Poder de Deus?


Artigo escrito por Flávia Ferreira Pires e Rodrigo Otávio Serrão Santana de Jesus para a Ciências da Religião: história e sociedade 

Este artigo procura responder à pergunta: que fatores levam à expansão internacional bem-sucedida da Igreja Mundial do Poder de Deus (IMPD)?Para isso, usamos três conceitos-chave da sociologia de Max Weber sobre a religião: racionalização, carisma e secularização, vinculando-os a modelos de gestão corporativa (empresa-cliente) e de marketing , muito utilizados pelo neopentecostalismo e, em particular, pela IMPD. Ao longo do artigo, destacamos o debate acadêmico sobre o conceito de secularizaçãoe argumentamos que o movimento neopentecostal é um subproduto da pós-modernidade, que se expande mais facilmente em sociedades secularizadas. Conclui-se que o neopentecostalismo pode ser comparado aos novos movimentos religiosos (NMR) que crescem nas sociedades urbanas contemporâneas e que efetivamente se expande a partir de uma combinação de fatores, como fator humano (carisma), religioso burocrático (racionalização) e social (secularização), associada a um modelo de marketing corporativo.

Clique aqui para o texto completo [pdf / 31 p.]
Imagem: Internet 

Nenhum comentário: