quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Últimas palavras



Guardei o melhor dos fiéis para o fim. O dr. Francis Collins é um dos maiores americanos vivos. É o homem que completou o Projeto Genoma Humano antes do prazo e dentro do orçamento, e que hoje dirige o National Institutes of Health. Em seu trabalho sobre as origens genéticas dos males, ajudou a decodificar as "falhas" que causam calamidades como fibrose cística e mal de Huntington. Ele hoje trabalha nas impressionantes propriedades com base em genes. Esse grande humanista é também um devoto da obra de C. S. Lewis, e em seu livro A linguagem de Deus defendeu a compatibilização de ciência e fé. (Esse pequeno livro contém um capítulo admiravelmente conciso informando aos fundamentalistas que a discussão sobre a evolução está encerrada, principalmente por que não há discussão.) Conheço Francis de vários debates públicos e privados sobre religião. Ele foi muito gentil ao me visitar espontaneamente e discutir todos os tipos de novos tratamentos, apenas recentemente imaginados, que poderiam se aplicar ao meu caso. E vamos colocar assi: ele não sugeriu preces e eu, por minha vez, não o provoquei sobre o livro Carta de um diabo a seu aprendiz, de C. S. Lewis. 

...

Trecho do livro Últimas palavras, de Christopher Hitchens (Globo Livros)

Nenhum comentário: