terça-feira, 18 de junho de 2013

Vídeos do I Encontro Nacional de Fé e Ciência para o Século XXI



Na concepção de muitos a relação entre a fé e a ciência sempre foi conflituosa, uma história de guerras e tensões contínuas. Uma das razões para essa concepção é que geralmente se pensa que as duas coisas estão em campos totalmente opostos e não intersectáveis. A fé trata da alma, do sobrenatural, do transcendente, de valores e conceitos acima da possibilidade padrão de verificação. A ciência, por sua vez, nada teria a ver com fé, ou quando muito, teria um papel de desmistificação, explicando através das leis naturais aquilo que os religiosos acreditam que é a mão de Deus na história, na natureza e na realidade humana.

Em décadas recentes, uma nova perspectiva surge na academia causada, em primeiro lugar, pela redescoberta do papel decisivo da Europa cristianizada para os primórdios da ciência moderna. Em segundo lugar, recentes historiadores da ciência têm demandando que o relato das grandes descobertas científicas seja feito levando-se em conta o papel das convicções religiosas dos pesquisadores e cientistas e a contribuição das mesmas para tais descobertas, especialmente aquelas que lançaram os fundamentos da moderna ciência. Essas mudanças acima fortalecem a convicção de que a história da relação entre a fé e a ciência, longe de ter sido uma história de conflitos constantes, foi de cooperação.

Esta é a questão que o I Encontro Nacional de Fé e Ciência pretende abordar. Com a palavra, palestrantes, cientistas e pesquisadores que ao mesmo tempo professam crer em Deus.


Dr Marcel Mendes: Ciência e Fé na História do Mackenzie
Engenheiro Civil pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1971), Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1999) e Doutor em Ciências (Área de concentração História Social) pela Universidade de São Paulo (2005). Especialista e Consultor na área de estruturas em concreto armado, é Professor Titular e ex-Diretor (três mandatos) da Escola de Engenharia da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua como docente-pesquisador nos seguintes temas: Avaliação, Ensino de Engenharia, Ensino de Arquitetura, História da Ciência & Tecnologia no Brasil, História Institucional do Mackenzie e História do Protestantismo no Brasil.

Dr Jose Maria Bechara: Conectividade entre Ciência e Fé
Possui graduação em Bacharelado Em Física pela Universidade de São Paulo (1968) , mestrado em Física  pela Universidade de São Paulo (1973) , doutorado em Física pela Universidade de São Paulo (1979) e pos-doutorado pela Massachussets Institute Of Technology (1981) . Atualmente é professor doutor da Universidade de São Paulo.

Dr Marcos Nogueira Eberlin: A Teoria do Design Inteligente
Graduação (1982), mestrado (1984) e doutorado (1988) em Química pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP e pós-doutorado no Laboratório Aston de Espectrometria de Massas da Universidade de Purdue, USA (1989-1991). Atualmente é professor titular MS-6 da Universidade Estadual de Campinas, na qual coordena o Laboratório ThoMSon de Espectrometria de Massas (http://thomson.iqm.unicamp.br). É membro da Acadêmia Brasileira de Ciências (2002) e comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico (2005). Recebeu o Prêmio Zeferino Vaz de Reconhecimento Acadêmico (2002) e Prêmio Scopus-Capes (2008) de excelência em publicações e formação de pessoal. É presidente (2009) da Sociedade Internacional de Espectrometria de Massas (IMSF) e vice-presidente da Sociedade Brasileira (BrMASS), e editor associado dos periódicos Advances da Royal Society of Chemistry e Jounal of Mass Spectrometry da Wiley. Orientou quase uma centena de mestres, doutores e pós-doutores e seu grupo de pesquisa conta hoje com cerca de 45 pesquisadores. Já publicou cerca de 500 artigos científicos (2012) com mais de 6500 citações em áreas diversas da Química e Bioquímica, e Ciências dos Alimentos, Farmacêutica e dos Materiais

Dr Johannes G. Janzen: A Ciência Refuta a Fé Cristã?
Professor de engenharia na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Possui doutorado em Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo com período sanduíche na Universidade de Karlsruhe, Alemanha. Tem experiência na área de Engenharia Civil e Ambiental com ênfase em Fenômenos de transporte e Hidráulica.

Dr Jan Carlo Delorenzi: A Interface entre Ciência e Fé
Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997), mestrado em Ciências Biológicas (Biofísica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998) e doutorado em Ciências (Biofísica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002). Atualmente é professor associado da Universidade Presbiteriana Mackenzie e pesquisador da Hebron Indústrias Químicas e Farmacêuticas . Tem experiência na área de Farmacologia, com ênfase em Farmacologia de Produtos Naturais e protozoologia. Temas de atuação: Alcalóides indólicos, Leismania spp., Tabernaemontana.

Nenhum comentário: