sexta-feira, 26 de abril de 2013

Símbolos comunistas e nazistas proibidos!




O parlamento da Hungria aprovou a proibição de exibir em público símbolos comunistas e nazistas. Em março passado, milhares de húngaros honraram a memória das vítimas do Holocausto, ao mesmo tempo que muitos têm receios do aumento do anti-semitismo no país.

Em fevereiro passado, o Supremo Tribunal da Hungria qualificou como anticonstitucionais as penas de multa pela exibição em público da cruz suástica ou de bandeiras comunistas. Os juízes qualificaram essa medida como dura demais e demasiado restritiva da liberdade de expressão. A deliberação do tribunal húngaro seguiu-se à deliberação análoga da Corte Europeia dos Direitos Humanos.

Voz da Rússia


+

Há 50 anos, os húngaros se rebelaram contra os soviéticos e foram esmagados pelos tanques de Moscou. Conheça a revolta que rachou o comunismo mundial 33 anos antes da queda do muro de Berlim





Um comentário:

Anônimo disse...

Mas em Banânia os intelectualóides e jornalistas politicamente corretos, são os únicos do planeta que enaltecem esse símbolo e todo o mal que ele representa.
Como dizia Paulo Francis: "O Brasil é o único país do mundo que leva comunismo a sério"

Coisa que nem mesmo a ex-URSS acreditava piamente.