sábado, 16 de março de 2013

Psicose Ambientalista: os bastidores do ecoterrorismo para implantar uma "religião" ecológica, igualitária e anticristã




Psicose Ambientalista desvenda farsas criadas pelos ambientalistas radicais e pelos ecoterroristas.

Você sabia que não existe comprovação cientifica de que o aquecimento global é criado pelo homem? Você sabia que o CO2 – que para os “ambientalistas” é o responsável pelo aumento da temperatura média do ar e dos oceanos – é benéfico para o homem e para o animal?

E tem muito mais! O que está por trás dos estrategistas verdes? Quais suas intenções e porque divulgam essas mentiras?

Não há dúvida de que o homem deva usar os recursos da natureza corretamente. Porém, os Ecoterroristas ou Ecoxiitas – como você preferir – querem impor ao homem um estilo e uma condição de vida que o tornam escravo da natureza.

Veja tudo isso, e muito mais, no livro Psicose Ambientalista - Os bastidores do ecoterrorismo para implantar uma “religião” ecológica, igualitária e anticristã.


SUMÁRIO

PARTE I
Controvérsia mundial expõe fraudes e fragilidades do ambientalismo 

Capítulo I Verdadeiro ambientalismo e ambientalismo sectário
Capítulo II Cientistas brasileiros avaliam o ambientalismo 
Capítulo III Contestação científica ruidosa às hipóteses ambientalistas 
Capítulo IV A ciência mundial recusa o ambientalismo ideológico
Capítulo V Ambientalistas notórios revelam seus objetivos: Socialismo, miserabilismo, 
totalitarismo, comunismo
Capítulo VI Armas do ambientalismo sectário: intimidação e fraude
Capítulo VII Com apoio da ONU, a marcha do ambientalismo radical 

PARTE II 
As contradições do “ambientalismo” no Brasil 

Capítulo I Falso dilema: agropecuária versus meio-ambiente 
Capítulo II Cinco séculos do processo histórico de ocupação do Brasil
Capítulo III Indisfarçável cobiça internacional sobre a Amazônia
Capítulo IV Modificação arbitrária das leis e desvio de finalidade
Capítulo V Congressistas decidem refazer o Código Florestal 
Capítulo VI O custo para o País da aplicação do Código Florestal
Capítulo VII Custos das APPs e impacto da sua implantação nas propriedades agrícolas
Capítulo VIII Custos da Reserva Legal 
Capítulo IX O comprometimento territorial na atual legislação ambiental e indigenista 
Capítulo X Considerações sobre o direito de propriedade
Capítulo XI O Código Florestal e o emaranhado jurídico ambiental não favorecem o bem comum 
Capítulo XII A ideologia que move o ambientalismo neocomunista

EPÍLOGO
Gesta Dei per brasilienses




FICHA TÉCNICA

Autor: Dom Bertrand de Orleans e Bragança
Titulo: Psicose Ambientalista: os bastidores do ecoterrorismo para implantar uma "religião" ecológica, igualitária e anticristã
ISBN: 978-85-66041-01-9
Editora: IPCO
Distribuição: Livraria Petrus
Ano: 2012
Edição: 3ª
Número de páginas: 178
Formato: 16X23cm


SOBRE O AUTOR

O Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança é trineto de Dom Pedro II e bisneto da Princesa Isabel. É advogado formado pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da USP. Coordenador e porta-voz do movimento Paz no Campo, percorre o Brasil fazendo conferências para produtores rurais e empresários, em defesa da propriedade privada e da livre iniciativa. Alerta para os efeitos deletérios da Reforma Agrária e dos movimentos ditos sociais, que querem afastar o Brasil dos rumos benditos da Civilização Cristã, que seus antepassados tanto ajudaram a construir no País, hoje assolado por uma revolução cultural de caráter socialista. 







Nenhum comentário: