sábado, 16 de fevereiro de 2013

Eritreia é o país que menos respeita a liberdade de imprensa


Coreia do Norte e Turcomenistão também mostram situação preocupante; Brasil ficou em 108º e Finlândia tem a imprensa mais livre do mundo


Lilian Sobral, de Exame


Eritreia é o país que menos respeita a liberdade de imprensa

São Paulo - Eritreia, Coreia do Norte e Turcomenistão são os países que menos respeitam a liberdade de imprensa, segundo o ranking World Press Freedom Index (índice da liberdade de imprensa), divulgado hoje pela Reporters Without Borders (repórteres sem fronteiras).

O estudo avaliou 179 países e regiões e atribuiu uma nota de zero a 100, sendo que quanto maior a nota, mais difícil o trabalho da imprensa num local. Assim, Eritreia marcou 84,83 pontos, Coreia do Norte ficou com 83,90, e Turcomenistão ficou com 79,14 pontos.

O relatório avaliou os países de acordo com sua situação em 2012. A análise apontou que o ano passado foi o mais mortal para jornalistas. Sem especificar o número, o índice mostrou que a Síria, quarto país que menos respeita a liberdade de imprensa, foi onde mais profissionais da imprensa morreram no ano passado.

Na ponta contrária do ranking, o país que mais respeita a liberdade de imprensa é a Finlândia, que havia empatado na primeira posição com a Noruega um ano antes, mas figurou sozinha no topo da lista atual.

O Brasil caiu nove posições no ranking por dois motivos. Primeiro porque, segundo a instituição, cinco jornalistas foram mortos no ano passado. Em segundo lugar, porque a mídia ainda depende muito de autoridades e jornalistas ainda estão sujeitos a ataques de acordo com suas publicações. Segundo o relatório, até blogs são alvo dessa violência e a situação ficou mais evidente nas eleições municipais em outubro.

Confira o desempenho de cada país no ranking que mede a liberdade de imprensa pelo mundo:

Colocação País Nota

Finlândia 6,38
Holanda 6,48
Noruega 6,52
Luxemburgo 6,68
Andorra 6,82
Dinamarca 7,08
Liechtenstein 7,35
Nova Zelândia 8,38
Islândia 8,49
10º Suécia 9,23

Nenhum comentário: