segunda-feira, 10 de setembro de 2012

"Trânsito religioso” e eleições. O fenômeno Russomanno



Teologia da prosperidade, mobilidade social e consumo


As eleições na maior metrópole brasileira e na mais cosmopolita cidade do país indicam a confluência de dois fenômenos: a grande transformação do campo religioso brasileiro em curso nas últimas décadas e a mobilidade social de expressivos setores populares ocorrida nos últimos anos.  

Essa confluência não é reta e direta, é antes de tudo tortuosa e complexa; arriscamo-nos, porém, afirmar que os dois fenômenos ajudam a compreender o que acontece na disputa eleitoral em São Paulo. 

Celso Russomanno, uma das grandes surpresas das eleições 2012, é de certa forma o amálgama desses dois fenômenos. Por um lado, parte expressiva da sua força eleitoral vem de sua ligação com as igrejas pentecostais e, por outro, de sua trajetória de "patrulheiro do consumidor" construída em mais de duas décadas em programas televisivos. Há certa simbiose entre a teologia da prosperidade, a mobilidade social alavancada pelo consumo e o candidato “xerife do consumidor”.

A interpretação da transformação do campo religioso brasileiro e a ligação dessa grande transformação com as eleições de São Paulo podem auxiliar na explicação do “fenômeno” Russomanno. 

Clique aqui para ler a matéria completa no site do Instituto Humanitas Unisinos
Imagem: Internet

Nenhum comentário: