terça-feira, 19 de junho de 2012

Nigéria: cristãos acusam radicais islâmicos de declarar guerra ao cristianismo


Os islamitas do Boko Haram, responsáveis por uma nova série de atentados neste domingo contra três igrejas no norte da Nigéria, "declararam guerra" aos cristãos, acusou nesta terça-feira a Associação Cristã da Nigéria, principal organização cristã do país.

"Esses atentados são indicações claras de que a Jamaatu Ahlisunnah Lidda'awatiwal Jihad, mais conhecida como Boko Haram, declarou a guerra aos cristãos e ao cristianismo na Nigéria", declarou em um comunicado esta organização, que denunciou uma "limpeza religiosa sistemática".

"Depois do início desses atos terroristas, o presidente Goodluck Jonathan não fez nada que possa nos garantir o fim desta série de atentados e ataques armados", indicou. "Pelo contrário, suas declarações após cada um desses ataques e matanças (...) parecem comprovar a fraqueza de sua presidência e causam a escalada das ações terroristas", denuncia a Associação Cristã da Nigéria.

No domingo, atentados atingiram três igrejas em Kaduna e em Zaria, as duas principais cidades da província de Kaduna (norte), e provocaram represálias de jovens cristãos, que tiveram o registro oficial de 52 mortos e 150 feridos. O grupo islamita Boko Haram reivindicou a autoria desses ataques.

Fonte: AFP / Terra
Imagem: Internet

Nenhum comentário: