quarta-feira, 2 de maio de 2012

Google culpa pais por crianças verem pornografia

A executiva do Google Naomi Gummer afirmou recentemente que se as crianças têm acesso ao conteúdo pornográfico na internet, a culpa é dos pais. Ela explicou que as novas leis e normas que estão em discussão não passam de "mitos", e que são "instrumentos sem utilidade no que se trata de encarar esses problemas".

De acordo com as informações do Daily Mail, Gummer também afirmou que 25 % das crianças já viram imagens pornográficas, das quais 14% tiveram acesso ao conteúdo na internet. Ela também disse que os pais são cúmplices nessa exposição, já que a maioria das crianças de hoje possuem uma conta em sites de relacionamentos como Facebook e Twitter e que existe uma falta de controle por parte dos responsáveis.
 Ela ressaltou que os avanços tecnológicos estão presentes para o uso pessoal, no entanto, não é possível prever como que os internautas irão usá-los. Suas declarações podem estimular as grandes empresas de Internet a desenvolverem novos meios de filtrar a aparição de imagens e conteúdo pornográfico, como um sistema pré-embutido no qual o usuário tem que afirmar antes do uso da máquina se quer ou não ter acesso a imagens pornográficas.

Gummer fechou a sua declaração afirmando que "todo material pornográfico pode ser encontrado com facilidade no mundo offline".

Fonte: Adnews

Nenhum comentário: