sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

"Economist" cita Brasil entre países "capitalistas de Estado"



Folha de S. Paulo


A revista britânica "The Economist" citou o Brasil entre os países emergentes adeptos de uma nova forma de "capitalismo de Estado".


Capa da edição nas bancas, o texto sustenta que os Brics (Brasil, Rússia, India, China e África do Sul) engendraram um novo tipo de empresa híbrida, apoiada pelo Estado, mas que se comporta como empresa do setor privado.


A revista assinala que, na década de 1990, acreditava-se que as estatais, pouco competitivas, seriam fechadas ou privatizadas. Porém, elas foram responsáveis ​​por 1/3 dos investimentos estrangeiros diretos nos países emergentes entre 2003 e 2010.


A "Economist" diz que o governo brasileiro, que abraçou a privatização nos anos 1990, agora interfere em decisões de Petrobras e Vale, e transforma empresas menores em campeãs nacionais.


O artigo aponta fraquezas no modelo, como o fato de empresas com apoio do Estado ocasionarem perda de competitividade nas rivais.

Nenhum comentário: