quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Brasil fica atrás do Paraguai no ranking da Liberdade de Imprensa

O Brasil ficou em 99º lugar na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2012. Segundo o ranking dos Repórteres Sem Fronteiras (RSF), divulgado terça-feira, 24 de janeiro, o país caiu 41 posições em relação a 2011. A ONG francesa aponta o aumento da repressão contra os jornalistas nas regiões Norte e Nordeste e nas áreas da fronteira com o Paraguai como as causas para o mau desempenho do país. Segundo a RSF, três jornalistas e blogueiros foram assassinados no Brasil em 2011.


O Paraguai ficou a frente do Brasil, na 80ª posição. A RSF afirmou, ainda, que houve um crescimento da repressão à imprensa nos EUA. A ONG alega que “mais de 25 jornalistas enfrentaram durante dois meses detenções e a brutalidade” da polícia norte-americana nos protestos anticapitalistas do movimento ‘Occupy’ em 2011. Os EUA caíram 27 degraus e ocupam o 47º lugar da lista.


Honduras ficou com a pior colocação do continente americano, em 135º lugar. O país teria registrado cinco assassinatos de jornalistas. A Costa Rica chegou ao primeiro lugar dos países latino-americanos, na 19ª posição. Enquanto que o Canadá é o líder no continente, na 10ª posição.


Fonte: Terra / Imil

Nenhum comentário: