terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Israel garante ter respostas contra ameaças nucleares do Irã

O presidente israelense, Shimon Peres, garantiu nesta terça-feira que tem respostas às ameaças nucleares do Irã, reafirmando que o país do Golfo representa um "problema para o mundo inteiro" e não apenas para o Estado hebraico.


"Israel tem respostas para o problema iraniano. Mas é responsabilidade do mundo inteiro resolver isso, não é um monopólio israelense", disse Peres durante a conferência anual de embaixadores de Israel em Jerusalém.


Em seu discurso, o presidente destacou que a doutrina de "ambiguidade deliberada" de Israel em questões nucleares é um meio de dissuasão "eficaz" contra Teerã.


Essa doutrina consiste em Israel, que não assinou o Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP), não confirmar nem desmentir se dispõe de arsenal nuclear.


Segundo especialistas estrangeiros, o Estado hebraico tem entre 200 e 300 ogivas nucleares obtidas graças a um reator situado em Dimona, no deserto de Negev (sul), apesar de Israel afirmar que este lugar, que existe há 40 anos, é um centro de pesquisas.


"Israel tem capacidades de dissuasão, reais ou não. Ninguém sabe exatamente o que existe em Dimona, mas devo dizer que os fantasmas e as suspeitas dos países do Oriente Médio sobre essa questão favorecem a dissuasão israelense", analisou Peres.


"A decisão de Israel de manter uma política de ambiguidade todos esses anos tem sido bastante prudente", destacou.


Peres, como outros dirigentes israelenses, deu a entender, há pouco tempo, que seu país não descarta a opção militar para atuar contra o Irã.


Em um informe recente, a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) apoiou as suspeitas dos países ocidentais, segundo as quais Teerã, apesar de desmenti-lo, está desenvolvendo uma bomba nuclear.


Fonte: AFP / Terra

Nenhum comentário: