quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Espanha reconhece Israel como Estado judeu

Placa do antigo bairro judeu em Toledo, Espanha. Foto: Toledosefarad.org.

Pela primeira vez desde a criação de Israel, em 1948, a Espanha reconheceu o país como o Estado judeu. A ministra das Relações Exteriores, Trinidad Jiménez, anunciou esta inesperada mudança na posição espanhola em 24 de setembro, durante a Assembleia Geral da ONU.

A Espanha é um dos países europeus que historicamente mais apoiou os palestinos. Portanto, as declarações de Jiménez podem influenciar outros países europeus a adotar a mesma posição.

Jiménez afirmou que a solução para a questão dos refugiados palestinos deve ser resolvida de maneira que não sejam alteradas as características demográficas atuais de Israel, com maioria judaica. A ministra propôs a criação de um Estado palestino a partir de mudanças nas linhas das fronteiras pré-1967 que sejam aceitas pelas duas partes, sendo Jerusalém a capital compartilhada.

A Espanha defende ainda que a ONU outorgue à Palestina a condição de Estado observador. Ela reconheceu o apoio de longa data de seu país às aspirações palestinas, mas também enfatizou a relação secular entre os espanhóis e os judeus.

“A identidade espanhola não pode ser entendida sem sua herança árabe e judaica”, disse Jiménez.

Leia mais.

Fonte: Conib

Nenhum comentário: