terça-feira, 30 de agosto de 2011

Conferência Cristianismo e Modernidade



Disse Jesus: “quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a sua vida por minha causa, a encontrará.” (Mt 16.25). Essa profunda verdade nos remete à reflexão milenar de Agostinho, o grande pai da igreja, de que nossa alma só sossega quando descansa em Deus. Isso vale não somente para o momento da conversão, pois encontrar o sentido da vida em Cristo é um aprendizado contínuo. Nossas vidas pertencem a Deus e é Ele quem nos diz para que elas servem. Temos que dar ouvidos ao Senhor quanto à maneira de glorificá-lo. Não temos o direito de desperdiçar nossa vida em coisas que não glorificam o Senhor.

Esse é o tipo de chamado que nosso palestrante, o Pr. John Piper, quer nos trazer nesses dois dias de conferência. Ele acredita que uma vida não desperdiçada é aquela que alegremente demonstra a suprema excelência de Cristo em todas as áreas da vida. Assim como Paulo esperava que Cristo fosse engrandecido quer em sua vida, quer em sua morte (Fp 1.20-21), nós precisamos refletir sobre como não desperdiçarmos cada momento de nossa vida. A boa nova é que não se trata de um conceito escravizador, mas libertador. O pastor Piper tem sido conhecido por falar de nossa satisfação em Deus. Evitar uma vida desperdiçada não significa evitar uma vida machucada. Porém, certamente inclui satisfação. Como Piper procura sempre escrever: “Deus é mais glorificado em nós quando nós estamos mais satisfeitos nele.”



John Piper é um pastor, escritor e conferencista norte-americano que desde 1980 tem atuado como pastor titular da Bethlehem Baptist Church em Minneapolis, Minnesota, Estados Unidos. Ele estudou no Wheaton College, no Fuller Theological Seminary e fez seu doutorado na Universidade de Munique. Seu ministério de ensino tem sido divulgado gratuitamente no site desiringgod.org. Piper é autor de mais de 30 livros, dos quais mais de 20 estão traduzidos para o português.

“Deus é mais glorificado em mim quando estou mais satisfeito nele.” John Piper


Nenhum comentário: