sexta-feira, 22 de julho de 2011

Lula chama de 'bobagem' passagem bíblica que promete o paraíso para os pobres

Biaggio Talento, especial para O Globo, e Letícia Lins

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva interpretou, nesta quinta-feira, uma famosa passagem bíblica. Em Salvador, ele disse que é "bobagem" o que o Novo Testamento apregoa sobre a promessa de que o reino dos céus é para os pobres. Ele discursou de manhã para uma plateia formada em sua maioria por pequenos agricultores. Mais tarde, Lula desembarcou em Pernambuco, onde falou rapidamente sobre a crise dos Transportes.

- Tem denúncia, apura. Investiga e pune quem tiver que punir e acabou - disse.

Ele fez o comentário ao chegar ao Parque Dona Lindu, onde será homenageado pela Orquestra Criança Cidadã, em um dos bairros mais violentes de Recife. Lula evitou a imprensa durante todo o dia, mas falou na praça que recebe o nome de sua mãe. Nesta quinta, ele ainda será homenageado por três universidades, que vão conceder-lhe o título de Doutor Honoris Causa. A previsão é que Lula só retorne a São Paulo na sexta-feira, por volta de 17h.

Na Bahia, Lula discursou e fez a sua interpretação sobre uma passagem bíblica:

- Bobagem, essa coisa que inventaram que os pobres vão ganhar o reino dos céus. Nós queremos o reino agora, aqui na Terra. Para nós inventaram um slogan que tudo tá no futuro. É mais fácil um camelo passar no fundo de uma agulha do que um rico ir para o céu . O rico já está no céu, aqui. Porque um cara que levanta de manhã todo o dia, come do bom e do melhor, viaja para onde quer, janta do bom e do melhor, passeia, esse já está no céu. Agora o coitado que levanta de manhã, de sol a sol, no cabo de uma enxada, não tem uma maquininha para trabalhar, tem que cavar cada covinha, colocar lá e pisar com pé, depois não tem água para irrigar, quando ele colhe não tem preço. Esse vai pro inferno - discursou, para delírio das cerca de mil pessoas que lotavam o auditório de um hotel de Salvador, onde foi realizado o lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar da Bahia 2011/2012.

" Bobagem, essa coisa que inventaram que os pobres vão ganhar o reino dos céus. Nós queremos o reino agora, aqui na Terra "

Pouco antes de falar, recebeu de presente uma garrafa de cachaça e outros produtos de cooperativas. Como se ainda estivesse ocupando a cadeira de presidente da República, Lula fez um balanço de suas realizações na área da agricultura familiar e recomendou que sua sucessora Dilma Rousseff prossiga com "a política de distribuição de renda no campo".

O ponto alto do seu discurso de 15 minutos - que seria apenas uma rápida saudação - foi quando resolveu criticar indiretamente o versículo 25, capítulo 18, do Evangelho de São Lucas, a parábola que Jesus fez sobre as dificuldades do rico alcançar o céu e a facilidade do pobre chegar lá ("Porque é mais fácil entrar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus"). Ele insistiu:

- Queremos que todo mundo vá pro céu, agora. Queremos ir pro céu vivo. Não venha pedir para a gente morrer para ir pro céu que a gente quer ficar aqui mesmo - disse.

Segundo a Bíblia, o consolo dos pobres que levam uma vida terrena dura e de privações seria obter os "tesouros espirituais" quando morresse.

Um comentário:

PROFESSOR APOLOGÉTICA disse...

De link em link, acabei aqui no seu blog. Gostei do conteúdo. Vou me tornar seu seguidor. Aproveito para lhe convidar a conhecer o meu blog. Espero sua visita, meu blog é o pastorapologética e se desejar segui-lo, será uma honra.
Seus comentários também serão muito bem-vindos.