segunda-feira, 23 de maio de 2011

"Swastika" é retrato arrasador sobre a ascensão do nazismo


Filme de Philippe Mora lançado em 1973 traz imagens impressionantes sobre a intimidade de Adolph Hitler

André Barcinski / Folha de S. Paulo

Uma imagem vale mesmo por mil palavras? A julgar por "Swastika", o documentário quase silencioso do francês Philippe Mora, sobre a ascensão e queda de Adolph Hitler (1889-1945), a resposta é "sim".
Inteiramente produzido com imagens de arquivo, sem locução e usando apenas som ambiente (diálogos entre oficiais nazistas foram revelados por leitura labial e adicionados ao filme na pós-produção), "Swastika" é um documento impressionante sobre a forma arrasadora com que o nazismo conquistou a Alemanha.
Quando "Swastika" foi exibido no festival de Cannes, em 1973, uma briga começou na plateia, causando a interrupção da sessão.

Parte do público acusava o filme de "humanizar" a figura de Hitler, que era mostrado em filmes caseiros, brincando com crianças.

O filme acabou banido na Alemanha e só foi lançado no país em 2010, 37 anos depois.
De fato, as imagens da intimidade do nazista são impressionantes. Não só pelo ineditismo, mas pela estranheza de ver Hitler fora dos comícios desfiles militares.

Em uma entrevista recente, Mora, que é judeu e cujo pai foi uma figura importante da resistência francesa, disse: "Se você pensa em Hitler como um ser de outro planeta ou um demônio sobrenatural, você não conseguirá perceber quando um outro Hitler surgir".

Por meio de uma montagem eficiente, o diretor mostra como a população alemã abraçou o nazismo e as consequências trágicas disso.

Mas o grande trunfo do filme são mesmo as imagens de Hitler em sua casa de campo, filmadas por sua companheira, Eva Braun.

Mora teve uma pista de que essas imagens existiam quando entrevistou Albert Speer, o arquiteto nazista e confidente de Hitler. Speer mostrou a Mora alguns filmes caseiros, em que Eva Braun aparecia com uma câmera 16 mm nas mãos.

Em 1972, Mora encontrou os filmes caseiros de Eva Braun, havia quase 30 anos esquecidos num arquivo militar americano.

SWASTIKA
DISTRIBUIÇÃO Classicline
QUANTO R$ 29,60, em média
CLASSIFICAÇÃO 16 anos
AVALIAÇÃO ótimo

Imagem: Internet

Nenhum comentário: