sexta-feira, 6 de maio de 2011

Situação deplorável


"O crescimento numérico da Igreja brasileira tem muito a ver com um evangelho que eu chamaria de híbrido, sincrético, com práticas completamente estranhas à Palavra de Deus. Um evangellho voltado apenas para prosperidade, curas, focado e centrado no homem."

Hernandes Dias Lopes

Um comentário:

Anônimo disse...

Quando, há uns 20 e poucos anos, vi as igrejas evangélicas crescerem no Brasil, pensei que um dia elas moralizariam e educariam o país, e o levariam a um nível melhor nesses padrões.
Já alguns anos vi que estava errado. O modelo de 99% delas é o mesmo que imperou no país dos colonos portugueses.
Este país nunca vai dar em nada de bom.