segunda-feira, 23 de maio de 2011

Folha recorda 30 mil edições com queda do Muro de Belrim


A Folha de São Paulo comemora hoje, 23, 30 mil edições ao longo de 90 anos. A versão impressa estampa na primeira página e na Folha Corrida acontecimentos de relevância durante o período de existência do jornal, como Queda do Muro de Berlim e a Guerra Fira, o Holcausto, a Bomba Atômica, morte de Tancredo e Impechment de Collor. Os textos procuram preservar o estilo de e linguagem usados em cada época.

Leitores podem conferir uma espécie de "relógio" nas páginas centrais do caderno Especial e permite a volta ao mundo em 30 mil edições. No mesmo, colunistas abordam as épocas em que foram publicados os números 1, 10.000 e 20.000.

Os internautas têm a oportunidade de viajar no tempo pelo Acervo Folha e buscar por reportagens antigas na íntegra. Foram disponibilizados conteúdos de 1921 em diante, gratuitos para um período de degustação.

Segundo o editor-executivo da Folha, Sérgio Dávila, “a edição 30 mil é uma oportunidade para que o jornal reveja sua evolução dentro da imprensa brasileira e discuta como continuar sendo um veículo relevante no futuro”.

Redação Adnews

Um comentário:

Anônimo disse...

Esses jornalões vendem o mesmo número de jornais que nos anos 60 e ainda comemoram?
Eita espírito cucaracho!!!
Os jornais no Brasil beiram ao amadorismo, sem falar que a maioria de seus jornalistas são apenas meninos de recados do PT.
Haja saco!!!