quarta-feira, 27 de abril de 2011

Netanyahu pede que ANP escolha entre 'paz com Israel ou com o Hamas'

Facções palestinas anunciaram acordo nesta quarta, mas israelenses estão céticos


O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, fez uma advertência nesta quarta-feira, 27, à Autoridade Nacional Palestina (ANP) para que escolha "entre a paz com Israel ou a paz com o Hamas". "Não é possível a paz com os dois porque o Hamas tem a aspiração de destruir Israel e já manifestou isso abertamente", declarou em comunicado.

EFE / O Estado de S. Paulo

Gali Tibbon/AP
Netanyahu: 'A decisão está nas mãos da Autoridade Palestina'

Netanyahu acredita que "a mera ideia de uma reconciliação reflete a fraqueza da ANP" e o faz questionar "se o Hamas tomará o controle da Judeia e Samaria (nome bíblico e oficial em Israel da Cisjordânia), como fez em Gaza" em 2007. "Espero que a Autoridade Palestina escolha corretamente e que escolha a paz com Israel. A decisão está em suas mãos", finaliza o comunicado.

O comunicado de Netanyahu foi sua resposta ao anúncio feito horas antes, no Cairo, de que as facções palestinas rivais Fatah e Hamas haviam alcançado um "entendimento" a respeito de todos os assuntos nos quais discordavam.

Nas últimas semanas, fontes oficiais revelaram que Netanyahu tinha a intenção de lançar uma nova iniciativa diplomática para tentar impulsionar as negociações de paz com os palestinos, interrompidas desde setembro passado, quando o governo israelense retomou a construção nas colônias da Cisjordânia após dez meses de moratória parcial.

A medida levou os palestinos a desistirem das negociações e desde então vêm apostando em uma campanha para obter o reconhecimento internacional a um estado dentro das fronteiras de 1967.

Nenhum comentário: