terça-feira, 26 de abril de 2011

Franklin Graham Incomodado com Obama, Agrada Donald Trump

Franklin Graham disse neste domingo que o país está em "grande problema," sob a liderança do presidente Obama e que ele está tendo uma visão cada vez mais positiva do bilionário Donald Trump para o presidente quando ele ouve mais dele.

(Foto: ABC News via The Christian Post)
Franklin Graham, presidente / CEO da Associação Evangelística Billy Graham e Samaritan's Purse, fala à jornalista Christiane Amanpour, da "This Week" da ABC nesta Páscoa, domingo 24 de abril de 2011.

Obama é "um homem muito bom" e "muito gentil," disse Graham à Christiane Amanpour do "This Week" do ABC no domingo de Páscoa.

"Mas acho que nosso país está em apuros," disse Graham, presidente / CEO da Associação Evangelística Billy Graham e Samaritan's Purse.

Enquanto Graham não especificou por que os Estados Unidos estão em apuros com Obama, fez o apoio expresso ao questionamento de Trump de por que Obama não apresentou sua certidão de nascimento.

"Eu não sei por que ele não pode produzir aquilo (certidão de nascimento)," disse Graham. "Eu não sei, mas é uma questão que parece que ele poderia responder muito rapidamente."

Graham foi um dos proeminentes líderes cristãos, sendo o outro Pastor Tim Keller, convidados para discutir o tema de Deus e do governo em uma entrevista de um-para-um com a jornalista Christiane Amanpour, no domingo.

As perguntas e as respostas foram mantidas breve, mas mesmo respostas curtas de Franklin Graham conseguiram chamar a controvérsia.

Entre seus comentários mais surpreendentes é que Graham encontra-se politicamente atraído por Donald Trump, o promotor imobiliário dos EUA divorciado duas vezes. Graham Trump descrito como "muito capaz" de alguém e que "provou a si mesmo."

"Donald Trump, quando eu vi que ele estava ficando, eu pensei, bem, isto tem que ser uma piada. Mas quanto mais você o escuta, mais você diz para si mesmo, sabe? Talvez o cara está certo," disse Graham.
Quando Amanpour perguntou se Trump poderia ser "candidato de escolha” de Graham, o líder evangélico respondeu: "Claro que sim, com certeza."
Em uma recente entrevista com David Brody da Rede de Transmissão Cristã de TV, Trump disse que ele era um Cristão e se descreveu como um presbiteriano. Mas sua descrição de sua vida religiosa deixa alguns perplexos e cépticos sobre a sua fé cristã.
Trump na entrevista com a CBN disse que ele é uma "pessoa de ir à Igreja de domingo," mas também disse que vai sempre no Natal, Páscoa, ocasiões importantes e "tanto quanto eu posso." E ele revelou que ele guarda todas as suas Bíblias que as pessoas enviam em um "lugar muito agradável."

"Não há maneira, eu nunca iria jogar fora nada, fazer nada negativo para uma Bíblia, então o que fazemos é manter todas as Bíblias," disse Trump. "Eu teria medo de fazer algo diferente de forma muito positiva na verdade eu os armazeno e os mantenho e, às vezes os dou a outras pessoas."
O magnata de Manhattan expressou recentemente o seu interesse em concorrer à presidência como candidato republicano e fez uma série de entrevistas sobre sua possível candidatura política.

Graham na entrevista à ABC também questionou a definição de Obama de Cristãos, dizendo para Obama que um Cristão pode ser simplesmente alguém que vai à Igreja.
"Para mim, a definição de um Cristão é saber que temos dado a nossa vida a Cristo e o seguimos na fé, e temos confiança nele como nosso Senhor e Salvador," disse Graham, cujo pai, Billy Graham recebeu Obama na Carolina do Norte em sua casa em abril de 2010. "Essa é a definição de um Cristão, não é a que você é membro da Igreja. A associação não faz de você um Cristão."
Graham também observou mais uma vez que o espírito do anti-Cristo, ou o laicismo, está no mundo de hoje, e apontou a desastres naturais como sinais bíblicos que o mundo está no fim dos tempos

Fonte: Christian Post


+ O Homem Invisível - O episódio da certidão de nascimento é só uma onda a mais num tsunami de obscuridades ante o qual o eleitorado só tem o direito de guardar respeitoso silêncio.

Nenhum comentário: