quinta-feira, 7 de abril de 2011

EUA lança dia 15 o filme “Atlas shrugged -part I”, baseado no livro clássico sobre iniciativa privada


Instituto Millenium

Baseado no romance de Ayn Rand, “Atlas shrugged” (1957), obra mais lida pelos americanos depois da Bíblia, já tendo vendido 11 milhões de exemplares no mundo inteiro, o filme “Atlas shrugged -part I será lançado no próximo dia 15 de abril nos EUA. Ainda sem previsão por aqui.

Em 2010, com o apoio do Instituto Millenium, a editora Sextante lançou o clássico no Brasil com o nome “A revolta de Atlas”. A tradução do renomado Paulo Henriques Britto traz três volumes que totalizam mais de mil e duzentas páginas de leitura de um cenário onde indivíduos criativos suportam todo o peso de um mundo decadente. Eles são explorados por parasitas que não reconhecem o valor do trabalho e da produtividade e que se valem da corrupção, da mediocridade e da burocracia para impedir o progresso individual e da sociedade. A análise e descrição de Rand partem do mito grego mito de Atlas, que recebeu de Zeus o castigo eterno de carregar nos ombros o peso dos céus.

A ficção (de 1957, nome original: Atlas Shrugged) é um dos mais influentes textos sobre o papel do Estado e da iniciativa privada. A obra, que já foi publicada no Brasil na década de 1980 com o título “Quem é John Galt?” destaca a responsabilidade individual na busca pela felicidade e pela liberdade. No romance em que mescla a filosofia objetivista em uma história de mistério, combinando elementos da ética, da metafísica, da política, da economia e até da ficção científica a autora defende valores como a razão, o individualismo, o livre mercado, a liberdade de expressão, a racionalidade, a honestidade, a justiça, a independência, a integridade, a produtividade e o orgulho. Ayn Rand nasceu em 1905, em São Petersburgo, na antiga União Soviética czarista e em 1917 mudou-se com os pais para a Criméia, fugindo da a Revolução Russa. Após a vitória dos comunistas, o estabelecimento comercial de seu pai foi confiscado, e sua família passou por muitas dificuldades. Atéia, na juventude, Rand foi influenciada pela história dos Estados Unidos a partir do cinema e passou a considerar o país como modelo de nação em que os homens poderiam ser livres, princípio presente em toda a sua obra.

No site do Instituto Millenium, leia trechos da obra de Ayn Rand

Leia também o artigo do economista Alfredo Marcolin Peringer sobre o livro.



+

Distopia política da russa Ayn Rand é obra monumental

Ayn Rand ataca socialismo mostrando greve de patrões

Nenhum comentário: