quarta-feira, 23 de março de 2011

Netanyahu: Israel vai se defender com vontade

Israel se defenderá dos ataques que sofrer com uma vontade férrea, declarou nesta quarta-feira o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, depois do atentado que deixou um morto e mais de 30 feridos em Jerusalém.

"Eles estão tentando testar nossa força de vontade e nossa determinação, e eles vão descobrir que esse governo, o exército e o povo israelense têm uma vontade de ferro para defender o país", declarou antes de partir para uma visita de 24 horas para Moscou.

Um atentado a bomba contra um ônibus parado em um ponto perto da rodoviária da cidade abalou Jerusalém nesta quarta-feira, matando uma mulher e ferindo outras 30 pessoas. Foi o primeiro ataque deste tipo na cidade desde 2004, ao mesmo tempo em que a violência prosseguia na fronteira entre a Faixa de Gaza e o sul de Israel.

O ato aconteceu após militantes de grupos radicais palestinos jurarem vingança por dois ataques aéreos israelenses em Gaza.

As autoridades e a polícia informaram que o artefato estava escondido dentro de uma bolsa, deixada em um ponto de ônibus ao lado da estação central, perto da entrada ocidental de Jerusalém.

Fonte: AFP

Nenhum comentário: