quarta-feira, 30 de março de 2011

Facebook fecha página que incitava violência contra judeus

Página no Facebook convidava palestinos a pegarem em armas contra Israel
Foto: AP

O Facebook fechou uma página nesta terça-feira que incitava palestinos a "pegarem armas e agirem" contra Israel. O fechamento da página veio depois de pedidos de israelenses e do governo do país. As informações são da Associated Press.

A página tinha 350 mil fãs e foi apagada. Ela pedia para os palestinos pegarem em armas no próximo dia 15 de maio e começarem uma revolução contra Israel. Intitulada Third Palestianian Intifada, a página dizia: "O dia do julgamento será trazido para nós uma vez que os muçulmanos matem todos os judeus."

O Facebook afirmou que não agiu antes porque a página começou como um "protesto pacífico", apesar do termo "Intifada", que em árabe quer dizer "revolta" e é frequentemente usado em movimentos para contra a presença de Israel nos territórios ocupados.

O fato destacou como o Facebook tem tido que se envolver no gerenciamento de conflitos políticos, tentando estabelecer um equilibrio entre liberdade de expressão e proteção contra discursos de ódio.

Fonte: Terra

Nenhum comentário: