terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Uso de maconha causa prejuízos a funções do cérebro

Um estudo recente da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) revelou que o uso frequente de maconha, mesmo em pouca quantidade, pode prejudicar a memória. De acordo com a coordenadora da pesquisa, a neuropiscóloga Maria Alice Fontes, foram avaliados 173 usuários crônicos de maconha e comparados com um grupo de 55 não usuários.

Dos consumidores da droga, 49 tinham iniciado precocemente. A neuropsicóloga afirma que quando o uso é crônico e se inicia antes dos 15 anos de idade, o risco de danos é ainda maior.

"O cérebro tem um amadurecimento que ele só finaliza no final da adolescência e aí qualquer substância que você utilize numa fase muito precoce, quando o cérebro ainda está numa fase de desenvolvimento, é mais nocivo a longo prazo", explicou.

A pesquisadora destaca que os participantes do estudo também foram avaliados após um período de abstinência. A conclusão foi que os danos produzidos pela maconha são cumulativos e permanentes. Segundo a neuropsicóloga, esse prejuízo sobre o controle do cérebro faz com que os usuários acabem sofrendo recaídas ao tentar abandonar o hábito. Com informações do Ministério da Saúde.

Fonte: Olhar Direto

Nenhum comentário: