sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Líder supremo do Irã pede regime islâmico no Egito

AE - Agência Estado

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, pediu hoje aos egípcios que estabeleçam um regime islâmico no país. Além disso, Khamenei atacou o presidente egípcio, Hosni Mubarak, que se recusa a deixar o poder apesar dos grandes protestos pelo fim de seu governo. "Não recuem até a implementação de um regime popular baseado na religião", afirmou Khamenei em árabe, como parte de seu sermão desta sexta-feira, direcionado aos egípcios.
"O clero deve ter um papel, por exemplo, quando as pessoas forem até as mesquitas e cantarem slogans que eles deveriam apoiar. Se Deus quiser, parte do Exército egípcio apoiará o povo", disse ele, acrescentando que "o principal inimigo do Exército egípcio é o regime sionista, e não o povo", utilizando uma expressão comum às autoridades iranianas para se referir a Israel. As informações são da Dow Jones.

Nenhum comentário: