segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

O quinto evangelista

Reedição da "Bach Edition" traz integral da obra do compositor barroco alemão

Comentando "A Paixão Segundo São Mateus", o ator e cenógrafo inglês Gordon Craig (1872-1966) afirmou que o oratório de Johann Sebastian Bach seria "capaz de converter um ateu". Se assim é, uma caixa contendo a obra integral do compositor alemão seria capaz de converter o mais fanático fundamentalista de qualquer credo.

A "Bach Edition", um projeto com 172 CDs, acrescido de CD-Rom com os textos das obras vocais do músico barroco, acaba de ganhar reedição, numa tiragem limitada, por ocasião dos 250 anos da morte de Bach.

Com direção artística do maestro Helmuth Rilling e formações como o Bach-Collegium Stuttgart e a Oregon Bach Festival Chamber Orchestra, a coleção é um presente perfeito neste Natal. Seu único pecado é a usura do preço: mais de R$ 1.500. Mas a conversão custa caro -e vale uma reflexão de musicologia barata.

Dentre os maiores compositores da história, Bach é o único com 100% de aproveitamento. O genial Mozart tem peças tediosas, e Beethoven nos legou composições medianas, que não ficam à altura de sua condição de suprema expressão do espírito humano.

Com Bach, qualquer de seus motetos ou cantatas tem o poder de transmitir uma espiritualidade para além do texto sacro, e uma obra didática como o "Cravo Bem Temperado" codificou nossa ideia de harmonia.

Não se mede Bach, pois ele é a régua com que se mensuram as insuficiências e as ousadias dos outros compositores. Mais inclusivo dos mestres, ele consegue espantar 300 anos depois.

O solo de cravo ao final do primeiro movimento do quinto "Concerto de Brandenburgo" faz qualquer guitarrista de rock parecer um improvisador de berimbau. E há a "Arte da Fuga", testamento abstrato, cuja notação sem indicação de instrumentos sempre será executada com a suspensão final, o inacabamento que representa o último mistério daquele que já foi chamado de "o quinto evangelista".

Disco
Bach Edition
Direção Artística: Helmuth Rilling
Gravadora: Hänssler Classic (R$ 1.516, 172 CDs + CD-Rom)

Fonte: Revista São Paulo

Nenhum comentário: