sábado, 25 de dezembro de 2010

Natal é marcado por orações na Terra Santa

Em uma missa celebrada em Belém, o patriarca Fouad Twal pediu paz para a região. Em Roma, o papa Bento VXI pediu que a luz do Natal volte a iluminar a terra onde Jesus nasceu.

O dia amanheceu com sol e temperatura agradável para os fiéis que foram a Belém na manhã deste sábado (25). Os sinos das igrejas da cidade chamavam para a missa do dia, celebrada pelo patriarca Fouad Twal.

Ontem à noite, Belém recebeu milhares de turistas e peregrinos que foram celebrar o nascimento de Jesus. A cidade deve receber um número recorde de visitantes: 128 mil, o maior desde 1999.

Mas alguns lamentaram não poder ir a Belém. Por causa das restrições de segurança impostas por Israel, apenas 500 dos 3,5 palestinos cristãos receberam autorização para deixar a Faixa de Gaza.

Durante a missa de Natal, o patriarca Fouad Twal pediu que a paz esteja sobre Israel, a Palestina e todo o Oriente Médio, para que as crianças tenham um futuro de alegria.

No Iraque, soldados americanos celebraram o que eles esperam seja o último Natal deles no país, antes da retirada das tropas dos Estados Unidos, prevista para 2011.

Em Roma, o Iraque também foi um dos temas da tradicional mensagem de Natal do Papa, a Urbi et Orbi. Bento VXI pediu que a luz do Natal volte a iluminar a terra onde Jesus nasceu e que israelenses e palestinos alcancem uma convivência pacífica, e buscou consolar os cristãos iraquianos.

O papa se referia ao recente ataque, em outubro passado, à Igreja de Nossa Senhora da Salvação, em Bagdá. Ao todo, 52 pessoas acabaram mortas. O Vaticano teme que a violência religiosa esteja provocando uma fuga dos cristãos no Oriente Médio.

Fonte: Jornal Nacional

Nenhum comentário: