sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Cidade espanhola proíbe uso da burca em locais públicos

AE - Agência Estado

A cidade de Lérida, no norte da Espanha, tornou-se a primeira do país a aplicar uma lei que proíbe o uso de véus islâmicos que cubram todo o rosto, tal como a burca, em edifícios municipais. O prefeito Ángel Ros disse estar orgulhoso de que "Lérida é a primeira cidade na Espanha a estabelecer uma regra contra algo que é discriminatório contra as mulheres".

Falando à Radio Nacional Espanhola, Ros afirmou hoje que a proibição era um assunto de igualdade entre homens e mulheres. O gesto é em grande medida simbólico, já que apenas 3% da população de 135 mil habitantes de Lérida é muçulmana, e somente algumas mulheres muçulmanas na cidade usam a burca, que cobre o corpo todo, ou mesmo véus que cobrem o rosto.
A medida é semelhante à adotada este ano na França, pelo governo do presidente Nicolas Sarkozy, que também proibiu o uso de véus islâmicos que cubram totalmente o corpo e o rosto das mulheres em locais públicos. Na França, a lei causou polêmica e temores de aumento dos casos de ódio contra os muçulmanos, em um país em que mesquitas e sinagogas são às vezes atacadas. As informações são da Associated Press.

Nenhum comentário: