terça-feira, 9 de novembro de 2010

Capuchinhos suíços utilizam jornal para recrutar monges


Um anúncio na seção de classificados de um jornal suíço busca banqueiros, comerciantes, advogados, jornalistas e professores que queiram mudar de vida.

Está claro na mensagem que o interessado precisa ter disponibilidade integral, o dia inteiro, todos os dias da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

Em vez de salários altos, o recrutador promete "liberdade de riquezas materiais" e tempo para atividades voltadas à oração e meditação.

A sociedade religiosa de monges católicos, conhecida como capuchinhos, está buscando novos integrantes para seu quadro de contribuidores.

A oferta foi publicada ao lado de propostas de emprego para posições executivas de alto escalão.
Segundo o site de notícias 20min.ch, os membros da ordem caíram pela metade na última década.

Apesar da busca desesperada por candidatos, existem exigências para que se possa fazer parte do grupo. É preciso ser homem, ter entre 22 e 35 anos, ser solteiro e capaz de viver em comunidade.

Fonte: Folha de S. Paulo

Nenhum comentário: