terça-feira, 5 de outubro de 2010

Preso político iraniano ganha prêmio de liberdade de expressão


Ahmad Zeid-Abadi, analista político e jornalista iraniano preso após as eleições no Irã em 2009, citado em nosso blog em junho deste ano, foi agraciado com o prêmio “Golden Pen of Freedom” 2010, a premiação anual da Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias (WAN-IFRA).


Zeid-Abadi é conhecido pela carta aberta que escreveu da prisão em 2000 protestando contra o tratamento dado pelo judiciário iraniano aos jornalistas presos. A carta teve vasta distribuição apesar das tentativas das autoridades de proibir sua publicação. Seu trabalho levou as autoridades iranianas a prendê-lo novamente em agosto, com uma sentença de seis anos e proibição de exercer sua profissão como jornalista.

Por ocasião da premiação, a Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias disse: “Todos os jornalistas conhecem os perigos e desafios de enfrentar o regime autocrático do Presidente Mahmoud Ahmadinejad e as ações do Líder Supremo do Irã, Ali Khamenei. O Sr. Zeid-Abadi escolheu enfrentá-los e apoiar publicamente as reformas e o Estado de Direito no Irã. (…) O Sr. Zeid-Abadi se recusou a ceder, apesar das terríveis condições em que está sendo aprisionado, e sua coragem faz com que nos sintamos muito humildes. Esperamos que a sentença do Sr. Zeid-Abadi seja revertida.”

Zeid-Abadi é o segundo jornalista iraniano a receber o prêmio em anos recentes, depois de Akbar Ganji em 2006.

Fonte: http://www.wan-press.org/

Apoie você também a campanha pela libertação de Ahmad Zeid-Abadi no Facebook

Fonte: Instituto Millenium

Nenhum comentário: