sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Obama alerta para 'ameaça terrorista' e promete destruir Al-Qaeda no Iêmen

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta sexta-feira à imprensa que pacotes suspeitos encontrados em aviões de carga em Dubai e Grã-Bretanha "continham aparentemente explosivos" e constituem "uma ameaça terrorista real" que visava a "instituições judaicas" nos EUA.

Obama também prometeu destruir a rede Al-Qaeda no Iêmen, que estaria por trás da tentativa de atentado.

"Quero informar ao povo americano de uma ameaça terrorista no país", disse Obama sobre os pacotes interceptados em aviões de carga provenientes do Iêmen e com destino a Chicago.

"Ontem à noite e hoje cedo, nossos profissionais das forças de inteligência, trabalhando com nossos amigos e aliados, identificaram dois pacotes suspeitos" que se dirigiam para "dois locais de culto judaico em Chicago", revelou Obama, acrescentando que foram encontrados em Dubai e no aeroporto East-Midlands, na Grã-Bretanha.

"Um exame inicial destes pacotes determinou que eles aparentemente contêm material explosivo".

Sobre a origem dos pacotes, Obama destacou que "sabemos que a Al-Qaeda na península arábica, o grupo terrorista baseado no Iêmen, continua a planejar ataques contra nossa pátria, nossos cidadãos, e nossos amigos e aliados".

"Vamos avançar, continuar reforçando nossa cooperação com o governo iemenita para destruir a Al-Qaeda no Iêmen".

Obama foi informado dos pacotes na noite de quinta-feira, quando determinou o isolamento e a revista dos aviões de carga nos aeroportos internacionais de Filadélfia e Newark, e "mobilizou as forças policiais e de inteligência para proteger a população".

A Autoridade de Aviação Civil dos Emirados Àrabes Unidos confirmou que "um pacote suspeito procedente do Iêmen foi interceptado. Seria carregado em um avião da Fedex que partiria para os Estados Unidos".

O pacote "britânico" foi identificado no aeroporto regional de East-Midlands (centro) e segundo a BBC, o objeto encontrado "não é uma bomba completa, mas é uma ameaça em potencial".

A rede de televisão CNN revelou que o pacote traz um circuito eletrônico fixado com parafusos em uma caixa de metal, e parece ser de fabricação artesanal.

O governo britânico anunciou que "estuda com urgência as medidas de segurança que devem ser tomadas no que se refere aos aviões de carga procedentes do Iêmen".

"A segurança segue como a prioridade número 1. Trabalhamos com nossos colegas estrangeiros e continuaremos fazendo isso", declarou a ministra do Interior, Theresa May.

Em meio ao alerta, um avião de passageiros procedente de Dubai pousou hoje no aeroporto Kennedy de Nova York escoltado por dois caças F-15, mas não foi encontrado qualquer explosivo a bordo.

O aparelho da companhia Emirates "que chegou aos Estados Unidos procedente de Dubai não carregava qualquer pacote procedente do Iêmen", revelou uma fonte aeronáutica.

Por determinação do Comando de Defesa do espaço aéreo norte-americano (NORAD), o avião foi escoltado por dois caças F-18 canadenses (...) e, posteriormente, por "dois F-15 americanos, ao entrar no espaço aéreo com destino ao aeroporto Kennedy".

O assessor de Obama contra o terrorismo, John Brennan, telefonou para o presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh, para discutir "a gravidade dessa ameaça", e obteve a promessa de "cooperação total" do Iêmen.

Brennan também expressou a "gratidão" dos Estados Unidos "ao reino da Arábia Saudita pela ajuda que permitiu obter informações relativas a iminente ameaça procedente do Iêmen".

A ajuda de Riad, "conjugada ao trabalho das agências americanas antiterroristas de Grã-Bretanha, Emirados Árabes e outros amigos e sócios, permitiram aumentar nossa vigilância e identificar os pacotes suspeitos em Dubai e no aeroporto britânico de East Midlands".

Fonte: Terra

Nenhum comentário: