terça-feira, 26 de outubro de 2010

Estudo revela playlist dos ditadores

A voz poderosa da diva Whitney Houston embalou romances de Osama


Felipe Zmoginski, de INFO Online

Uma pesquisa feita na Inglaterra e publicada pelo diário inglês Telegraph revela o gosto musical de uma dezena de ditadores ainda no poder e outros já mortos ou afastados do governo.

Entre os nomes pesquisados estão o líder líbio Muammar al-Gaddafi, Robert Mugabe e até Osama Bin Laden, que embora seja um homem autoritário é líder de um grupo terrorista e não de um país, o que poderia configurá-lo como ditador de fato.

A pesquisa foi feita após personalidades como o atual primeiro ministro britânico Gordon Brown e o ex-premiê Tony Blair darem entrevistas falando sobre suas preferências musicais.

Segundo a análise, políticos estão falando mais sobre música e cultura pop como aproximar-se do eleitorado jovem. No Brasil, por exemplo, o presidente Lula já declarou baixar músicas da internet e presentear amigos com canções baixadas da web.

Veja as preferências de ditadores famosos:

Robert Mugabe, presidente do Zimbábue - O líder africano declarou-se fã de Cliff Richard e desdenhou até Bob Marley que, nos anos 80, foi convidado a fazer um show no país africano, por conta do aniversário de independência daquele país.

Muammar al-Gaddafi - O ditador líbio declarou, em entrevistas, ouvir Linoel Richie. O cantor americano que começou sua carreira na banda The Commodores tocou o coração de Gaddafi com sucessos como "Three Times a Lady" e "Easy".

Slobodan Milosevic - O ditador sérvio, morto na prisão ao sofrer um infarto, era fã de Frank Sinatra, de acordo com guardas que o vigiavam. Acusado de crimes contra a humanidade, Milosevic tinha um iPod em sua cela com playlists de Sinatra.

Kim Jong-il: O lendário guitarrista Eric Clapton perdeu a oportunidade de ser o primeiro astro ocidental a tocar na Coréia comunista sob convite do ditador Kim Jong-il. Um dos filhos de Kim, que estudou na Suíça, é fã declarado de Clapton e convenceu seu pai a convidar o astro para uma performance no país. Clapton negou o pedido.

Mahmoud Ahmadinejad: O controverso líder iraniano, reeleito sob acusações de fraude, é um fã do argentino radicado na Irlanda Chris de Burgh. O músico já foi convidado por Ahmadinejad para tocar em Teerã.

Osama Bin Laden - A poetisa Kola Boof, que alega ter servido como escrava sexual ao líder da al-Qaeda em 96 publicou, recentemente, textos em que narra detalhes da intimidade de Osama. De acordo com Kola, o terrorista é um fã de Van Halen e de B-52´s. A diva do mentor de 11 de Setembro, no entanto, seria Whitney Houston. “Ele é um fã devoto de Whitney”, anotou Kola.

Nenhum comentário: