quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Boneco de Hitler gera polêmica

«No mínimo é de mau gosto», reagiu o vice-presidente do Conselho Central de Judeus na Alemanha, Dieter Graumann, referindo-se ao boneco de Hitler e à coleção que representa os mais altos cargos do Terceiro Reich, postos à venda na República Checa, avança o El Mundo.

São bonecos de plástico que representam Hitler, Göring e Goebbels e que, pelo seu tamanho, poderiam servir de parceiros para qualquer Barbie. Cada boneco custa 80 euros.

«Quem teve esta ideia deve ser doente, ou não tem consciência do que faz», disse Graumann. «O incrível é que isto ocorra num país europeu com bastante memória histórica do que aconteceu», adiantou, lamentando que na República Checa não haja nenhuma lei que proíba a produção nem a venda dos bonecos.

O boneco que representa Hitler mede 40 centímetros e vem equipado com botas, uma braçadeira com cruz suástica impressa, várias mudas de roupa e acessórios.

Estes bonecos fazem parte de uma coleção baseada nos líderes da Segunda Guerra Mundial, na qual também foram produzidos bonecos de Estaline, Churchill e Roosevelt, por exemplo. A empresa Drastic Plastic desvaloriza a polêmica e diz que estas reações só surgiram com o boneco de Hitler, quando também vendem figuras de Hirohito e Mussolini.

Fonte: SOL - Portugal

Nenhum comentário: