terça-feira, 28 de setembro de 2010

National Geographic lança edição em árabe

A norte-americana National Geographic Society anunciou que deve chegar às bancas no dia 01 de outubro a National Geographic Al Arabiya, edição em árabe da revista. A informação foi divulgada pelo jornal The National, de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos.

A instituição, que já tem um canal de TV em língua árabe, afirmou que poderá explorar mais oportunidades de negócios após o lançamento da publicação em árabe. A revista foi lançada oficialmente durante um evento em Abu Dhabi na semana passada e será publicada pela Abu Dhabi Media Company (ADMC), editora também do The National.

Fundada em 1888, a sociedade mantém parcerias com a ADMC para o canal de televisão National Geographic Abu Dhabi e a companhia cinematográfica Imagenation Abu Dhabi.

"Esperamos que através do alcance de nossa marca através da revista e do canal de TV, surjam muito mais oportunidades de negócios para nossos produtos, que são todos criados para contribuir para a missão de nossa instituição, que não visa o lucro", afirmou Terrence Adamson, vice-presidente executivo da National Geographic Society. "Nossos principais produtos são a revista e o canal, como sempre acontece em qualquer novo mercado", disse Adamson.

De acordo com o vice-presidente, não há planos concretos de expansão para a região, mas algumas atividades da organização deverão crescer, entre elas os materiais educativos oferecidos pela National Geographic Society, que são produzidos de forma terceirizada.

Ainda segundo Adamson, interesse também, por parte da loja da National Geographic em Londres, em ter filiais no Oriente Médio. "A expansão para novos mercados geralmente começa com produtos como livros, mapas e DVDs", disse ele, de acordo com o jornal.

A National Geographic Al Arabiya será a 33ª edição da revista em língua estrangeira. A publicação será distribuída nos Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Omã, Bahrein, Catar, Arábia Saudita, Egito, Jordânia, Líbano, Iêmen, Líbia, Marrocos, Tunísia, Síria e Sudão. Entre 20% e 30% do conteúdo de cada edição deverá ser criado localmente. No Brasil, a versão em português é editada pela Editora Abril.

O editor-chefe da revista, Chris Johns, afirmou que espera que o lançamento represente uma "ponte de entendimento" entre o Oriente Médio e Norte da África e o resto do mundo. "Vemos a National Geographic como uma ponte entre nacionalidades, culturas, religiões e etnias", disse.

Fonte: Opera Mundi

Nenhum comentário: