terça-feira, 20 de julho de 2010

Síria proíbe véu islâmico em universidades

A Síria decidiu no domingo proibir em universidades públicas e privadas o niqab, o véu facial islâmico que deixa apenas os olhos à mostra, com a justificativa de proteger a identidade secular do país.

A medida, impulsionada pelo Ministério da Educação, não se aplica, no entanto, aos lenços na cabeça comumente usados pelas mulheres sírias.

- Demos ordens a todas as universidades para que não permitam o registro de mulheres que usem niqabs - disse nesta segunda-feira um funcionário do ministério que não quis se identificar. Segundo ele, "o véu contradiz a ética universitária".

O funcionário confirmou também que centenas de professoras da educação primária que utilizam o véu foram transferidas para postos administrativos.

O niqab não tem uso generalizado na Síria, mas a popularidade que ganhou recentemente no país acabou chamando a atenção de um regime autoritário e secular. A medida chega no momento em que países europeus dão passos similares para a proibição do véu islâmico.

Fonte: O Globo

Nenhum comentário: