quarta-feira, 14 de julho de 2010

Outdoor comparando Obama a Hitler e Lenin causa polêmica nos EUA


O Globo

Um outdoor criado por um grupo conservador do estado americano de Iowa vem criando polêmica por comparar o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a Hitler e Lenin. A imagem - que mostra fotos dos três líderes sob as expressões "socialismo democrata", "nacional socialismo" e "socialismo marxista" - vem sendo questionado até por setores do movimento Tea Party, ao qual o grupo responsável pelo outdoor é ligado.

A polêmica começou na semana passada, quando as imagens de Obama, Hitler e Lenin foram estampadas no centro da cidade de Mason. As fotos dos três aparecem carimbadas com a palavra "mudança", slogan de campanha do presidente americano. Embaixo, lê-se a frase "líderes radicais se aproveitam dos inocentes e ingênuos". Bob Johnson, um dos fundadores do Tea Party de IOwa, diz que o objetivo do outdoor era mandar uma mensagem contra o socialismo, ao qual Obama já foi associado outras vezes desde que chegou ao poder. Mas a iniciativa foi questionada por seus colegas.

- Foi apenas um desperdício de dinheiro, de tempo, de recursos e não vai promover nossa causa - disse Shelby Blakely, uma das líderes do Tea Party Patriots, um grupo nacional ligado ao movimento conservador, questionando a comparação com Hitler, que liderou o extermínio de 6 milhões de judeus no Holocausto. - Quando você compara Obama a Hitler, é um desserviço aos judeus.

John White, coordenador do Tea Party Patriots em Iowa, disse que planeja discutir o caso com autoridades nacionais do movimento. A Casa Branca se recusou a fazer comentários. Um representante da empresa dona do outdoor disse não ter problema com a mensagem exposta pelo grupo.

- Nós acreditamos na liberdade de expressão - disse Kent Beatty.

O Tea Party é um movimento que se opõe ao que considera gastos excessivos, impostos elevados e aumento da presença do Estado no governo Obama.

Nenhum comentário: