segunda-feira, 12 de julho de 2010

Comunismo à moda da casa

Netinho de Paula se lança ao Senado para construir o "comunismo brasileiro", um sistema, diz ele, mais inspirado em Lula do que em Marx


Trechos de matéria publicada neste domingo, na coluna que Mônica Bergamo tem na Folha de S. Paulo

Numa época em que o comunismo anda em baixa no mundo, ele diz que se filiou ao PC do B, em 2006, para ajudar a construir "o comunismo brasileiro".

"Não o comunismo de Lênin, de Marx, de séculos passados". Mas o de Lula, por exemplo. "O que o presidente fez nesses oito anos pode se chamar, sim, de comunismo brasileiro. É o empresário feliz e o trabalhador também contente, sabe?"

Netinho acredita que é comunista desde criancinha. "O pobre já nasce comunista. Ele não vê a hora de poder ter acesso às coisas, de usufruir, de receber, de conhecer." Órfão de mãe aos 11 anos, vendia doces na estação de trem de Carapicuíba, para ajudar o pai no sustento da casa.


"Pra quem não gosta de mim, tudo é motivo: se não é porque tô no Partido Comunista, é porque sou pagodeiro. Se não é porque sou pagodeiro, é porque sou comunista." O povo, diz, está "mais maduro, entende um pouco que essa coisa de comer criancinha nunca existiu". Já os comunistas...

Netinho diz que, quando chegou ao PC do B, pelas mãos do amigo e ministro Orlando Silva, do Esporte, viu narizes torcidos. "Tinha uma coisa assim: "Netinho comunista? Pagodeiro comunista?'". Ele foi aprendendo. Frequentou o curso de teoria política do partido e leu sobre "Marx, Engels, Weber e Maquiavel". Também se matriculou na faculdade de sociologia, que trancou para se dedicar à campanha.

3 comentários:

Lucas Santos disse...

Nunca vi tanta imbecilidade junto!!! "Comunismo de Lula" é diferente de Lenin, Stalin e Marx??? KKKKKKKKKKKKK

Só pra idiota ver!!!!

Mariana Vidal disse...

Grande Netinho de Paula! Senador da Gente! Contamos com você lutando pelo povo no Senado Federal... é isso aí, vamos nos unir nessa corrente!

Plínio disse...

Não concordo com você Lucas. Os grandes teóricos do assim "comunismo moderno", se é que podemos chamá-los podem ter sido Lenin, Marx e cia. Agora o comunismo como prática política e de organização social existe a muito e muito tempo atrás.
Portanto, não vejo motivo para tal espanto. A final de contas, assim como a democracia teve uma origem e seus teóricos, hoje ela é contemplada de diferentes óticas e mesmo assim não deixa de ser democracia. Temos a democracia americana, brasileira,grega. Ou você também acha imbecil a democracia não ser apenas Grega?
Então, não existe comunismo, assim como não existe democracia. São conceitos abstratos. O que existe na prática são democracias (com S) e comunismos (também com S).
Para encerrar, onde está o seu espanto então? Pode-se ter sim sem nenhum estupro histórico o comunismo lulista. É engraçado, mas e daí?