segunda-feira, 14 de junho de 2010

Chechênia: Cristãos são considerados traidores da sociedade

Localizada no sul da Rússia, a República da Chechênia é rodeada em quase todos os lados pelo território russo, mas compartilha sua fronteira com a Geórgia, nas montanhas do Cáucaso.

A Igreja russa na Chechênia diminuiu seriamente em tamanho e influência desde o começo do conflito em 1991. Pastores da Igreja Batista de Grozny e sacerdotes ortodoxos russos foram sequestrados e mortos, e a maior parte dos membros de igrejas russas abandonaram o país por causa da violência. Até ao fim dos anos 90, a Igreja Batista Russa só existiu no papel.

A Igreja chechena é muito jovem, vulnerável e extremamente isolada. Mas ela sabe como depender de Jesus. Diariamente, os cristãos correm o risco de serem considerados traidores da sociedade.

Diversos ex-muçulmanos, cuja conversão foi descoberta, receberam ameaças de morte sérias e tiveram de deixar o país. Espera-se que eles sejam capazes de voltar logo.

Organizações islâmicas políticas e religiosas pressionam a sociedade para aderir à fé muçulmana. Elas implementam as suas próprias leis em um país onde a autoridade do governo central é favorável ao islamismo. O próprio presidente tem poder considerável. Há pouco tempo, ele decretou que todas as estudantes e funcionárias públicas da Chechênia deveriam cobrir a cabeça com véu.

As autoridades locais e a família também pressionam os convertidos para voltar ao islamismo. Elas controlam seus movimentos e atividades.

Como o cristianismo é associado, muitas vezes, com a Rússia, alguns até marcam o conflito checheno como um confronto entre cristianismo e islamismo. Por causa dessa associação, tornar-se cristão significa "tornar-se russo", e isso já é motivo suficiente para que a perseguição comece. Ter a Bíblia em casa representa um grande risco.

Pedidos de oração

1. É difícil para estrangeiros entrar no país. Peça a Deus que as portas se abram para o restante do mundo, para que seja possível ter contato com a Igreja e conhecer melhor suas necessidades.

2. A violência tem levado muitos cristãos para fora do país. Quase não há mais cristãos russos lá. Os que restam se encontram desencorajados e solitários. Ore para que Deus una todos os seus seguidores na Chechênia, para que se apoiem mutuamente. Peça também ao Senhor para derramar sua graça e fortalecer o espírito da Igreja chechena.

3. O islamismo tem sido imposto na sociedade. Ore para que haja abertura e liberdade de escolha. Ore para que a Igreja encontre um estilo checheno de adorar a Deus, e não seja mais associada aos invasores russos.

Fonte: Portas Abertas


Dados gerais

Capital
Grozny

Governo
República estabelecida dentro da Federação Russa, chefiada por Ramzan Kadyrov, desde abril de 2008

População
1,2 milhão

Área
12.300 km2

Localização
Sul da Rússia

Idiomas
Checheno e russo

Religião
Islamismo 100%

Perseguição
Limitações severas

Restrições
A conversão é vista como traição pela sociedade e pela família. Alguns muçulmanos que se convertem têm de deixar o país por causa das ameaças

Nenhum comentário: