domingo, 2 de maio de 2010

Aspectos psicológicos na cura religiosa pentecostal


Dissertação de Mestrado em Ciências da Religião defendida por Manoel Messias da Silva na Universidade Católica de Goiás

Esta pesquisa aborda, em caráter principal os aspectos psicológicos na cura religiosa pentecostal. Não discute se existe ou não cura religiosa, porém centra-se em investigar os elementos psicológicos presentes, ou que contribuam para a efetivação da cura religiosa pentecostal. Pretende entender de alguma forma o aparato psíquico e seus elementos que a partir da simbologia religiosa e psicológica se constituem participantes desta demanda, através da visão junguiana. Questiona até que ponto as curas religiosas pentecostais não são também curas psicossomáticas. Para Jung o símbolo é o mecanismo psicológico transformador da energia, podendo ser considerado como a expressão individual do arquétipo. O símbolo é o meio que fornece a possibilidade de ser utilizado o fluxo energético para alguma produção. Jung chamou o símbolo que transforma a energia de imagem da libido, que seriam as representações que podem dar à libido uma expressão equivalente, canalizando-a para uma forma diferente da original. A pesquisa trata de saúde, doença; religião, psicologia e a eficácia de ambas na cura. Culmina com o trabalho de campo com quatro estudos de casos de cura religiosa pentecostal onde são investigados os aspectos psicológicos.

Clique aqui para o texto completo [184 p. / pdf]
Imagem: Internet

Nenhum comentário: