sábado, 13 de março de 2010

Confrontos entre muçulmanos e cristãos deixam 24 feridos no Egito

Os coptas são a maior comunidade cristã do Oriente Médio: são cerca de 10% dos 80 milhões de egípcios


Vinte e quatro pessoas ficaram feridas em confrontos entre cristãos e muçulmanos na província de Mersa Matrouh, norte do Egipto.

Vinte muçulmanos e coptas - membros da comunidade cristã do Egito - foram detidos, segundo a polícia.

O conflito teve início quando os muçulmanos jogaram pedras contra operários cristãos por acreditarem que eles construíam uma igreja.

"Quase 400 pessoas participaram nos enfrentamentos, 20 foram detidas, tanto muçulmanos como coptas, e 24 ficaram feridas", disse um policial que pediu anonimato.

Os coptas são a maior comunidade cristã do Oriente Médio. Representam entre 6% e 10% dos 80 milhões de egípcios e reclamam de perseguição de preconceito.

Seis coptas e um policial muçulmano morreram em 6 de janeiro, em um ataque de muçulmanos, véspera do Natal copta. Três suspeitos foram indiciados.


Fonte: AFP

Nenhum comentário: