quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Escavações em Jerusalém descobrem via pública de 1.500 anos

Rua é descrita em 'mosaico de Madaba', mapa do período bizantino.Foram encontradas vasilhas, moedas e pesos usados por comerciantes.


Ofer Sion, diretor de escavações da Autoridade para Antiguidades de Israel, segura répica de um antigo mapa da cidade (Foto: Ronen Zvulun / Reuters)





Escavações na Cidade Antiga de Jerusalém confirmaram a existência de uma via pública construída há 1.500 anos que aparece descrita no "mapa de Madaba", um mosaico antigo encontrado na igreja homônima, na Jordânia, que mostra a Jerusalém do período bizantino.

Nele, aparece uma porta no oeste da cidade que levava a uma única via pública. "Após retirar várias camadas arqueológicas, a uma profundidade de 4,5 metros, descobrimos para nossa surpresa os grandes ladrilhos que pavimentavam a via", anunciou o diretor de escavações da Autoridade para Antiguidades de Israel, Ofer Sion.

Ao longo dos anos, os arqueólogos descobriram vários vestígios de prédios importantes de Jerusalém descritos no mosaico. Seu autor deu destaque especial, evidentemente, às igrejas da cidade.

Ainda foram encontrados grandes paralelepípedos de pedra com mais de um metro de comprimento e rachados pela passagem dos anos, além de uma cimentação, uma calçada e uma fila de colunas cuja origem ainda está sendo investigada.

Nas escavações foram descobertos inúmeros objetos de ourivesaria, vasilhas, moedas e cinco pequenos pesos de bronze que os comerciantes utilizavam para pesar metais preciosos.

Fonte: G1

Nenhum comentário: